Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 25 - terça-feira, 18 de junho de 2024

Polícia Civil: "...identificou uma adolescente, de 14 anos, que teria criado um perfil em rede social (...) para divulgar o possível atentado, com emprego de arma de fogo, a uma escola estadual em M. Claros. Nas postagens, a menina também ameaçava de morte o diretor e ..."

Quinta 23/03/23 - 12h47

Divulgação da Polícia Civil:

PCMG identifica adolescente responsável por ameaças de ataque a escola

Nessa quarta-feira (22/3), a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) identificou uma adolescente, de 14 anos, que teria criado um perfil em rede social na internet para divulgar o possível atentado, com emprego de arma de fogo, a uma escola estadual em Montes Claros, região Norte do estado. Nas postagens, a menina também ameaçava de morte o diretor e o vice-diretor da instituição de ensino.
De acordo com o delegado Bruno Rezende da Silveira, que coordenou as investigações, a primeira publicação realizada pela adolescente ocorreu no dia 21 deste mês. Assim que foi identificada, por meio de levantamentos do Setor de Inteligência da Polícia Civil, a menina, que estuda na escola ameaçada, foi convidada a comparecer à delegacia da cidade. Acompanhada pela mãe, ela assumiu ter criado o perfil e realizado as postagens.

A menina contou aos policiais que foi motivada pelo desejo de se vingar da direção após ter sido reprovada no ano passado. Além disso, ela alegou que odiava a escola por não conseguir se integrar. Sobre as imagens das armas de fogo postadas na rede social, a adolescente informou que elas foram retiradas da internet. Durante buscas na casa da menina, nenhuma arma foi localizada.

“O ato infracional cometido pela adolescente irá tramitar na 4ª Delegacia de Polícia Civil e, assim que finalizado, será encaminhado para a Vara de Infância e Juventude em Montes Claros”, conclui Bruno.

***

Jornal O Tempo, de BH:

Adolescente ameaça massacre em escola como vingança após ´tomar bomba´ em MG

Ela ainda disse que se sente excluída pelos colegas
Lucas Gomes

Uma adolescente de 14 anos foi identificada pela Polícia Civil como a responsável por ameaçar um massacre na Escola Estadual Américo Martins, em Montes Claros, no Norte de Minas. Ela criou um perfil em rede social para divulgar o possível atentado, com a utilização de armas.

Nas postagens, a menina também ameaçava de morte o diretor e o vice-diretor da instituição de ensino. De acordo com o delegado Bruno Rezende da Silveira, que coordenou as investigações, a primeira publicação realizada pela adolescente ocorreu no dia 21 deste mês. Assim que foi identificada, por meio de levantamentos do Setor de Inteligência da Polícia Civil, a menina, que estuda na escola ameaçada, foi convidada a comparecer à delegacia da cidade. Acompanhada pela mãe, ela assumiu ter criado o perfil e realizado as postagens.

A estudante contou aos policiais que foi motivada pelo desejo de se vingar da direção após ter sido reprovada no ano passado. Além disso, ela alegou que odiava a escola por não conseguir se integrar.

Como não foram localizadas armas de fogo na casa da adolescente, ela foi questionada sobre as fotos publicadas e disse que copiou as imagens da internet.

“O ato infracional cometido pela adolescente irá tramitar na 4ª Delegacia de Polícia Civil e, assim que finalizado, será encaminhado para a Vara de Infância e Juventude em Montes Claros”, concluiu o delegado Bruno da Silveira.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais