Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 22 - sexta-feira, 16 de abril de 2021

O cachorro, cego e amarrado, comia "pedaços de borracha". O pior - o muito pior estava nesta cisterna

Quarta 31/03/21 - 11h12


Divulgação da PM:



MONTES CLAROS – A Polícia Militar, nessa terça-feira (30), por volta das 14h10min, compareceu na rua Pedra Narciso, bairro Vila Antônio Narciso, onde equipe da polícia civil da Delegacia de Homicídios, realizava os trabalhos investigativos/periciais acerca da ocorrência de um crime de homicídio ocorrido há aproximadamente dois dias, tendo como vítima pessoa do sexo feminino, a qual ainda encontrava-se naquela residência, sendo retirada de uma cisterna por equipe do corpo de bombeiros. O autor do crime, identificado homem de 20 anos, também encontrava-se no local, fornecendo a versão acerca do crime ocorrido. No local, uma pessoa que não quis se identificar temendo represálias, repassou aos militares que nos fundos do imóvel, especificamente atrás de um matagal, lixo e entulhos havia um cachorro amarrado em avançado estado de maus tratos. O cão de raça não definida, foi localizado e apresentava intensos sinais de maus tratos, tais como magreza extrema, cegueira em ambos os olhos, não conseguindo manter-se sobre as patas. No local não havia água, nem comida e o animal estava se alimentando de pedaços de borracha. O animal foi alimentado em uma casa vizinha. Perícia técnica foi acionada e solicitou que fosse enviado fotos e vídeos do local e do animal. Foi feito contato com a ONG (Instituto eu salvo - Proteção animal), sendo providenciado um Pet Shop para acolhimento e tratamento. O autor foi preso e encaminhado a DP pelo crime de maus tratos. O Registro do REDS do Homicídio é de responsabilidade da Polícia Civil.


CORPO DE BOMBEIROS

Divulgação do Corpo de Bombeiros:



Na manhã dessa terça-feira (30/03), por volta das 11h36min uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para realizar o resgate de um corpo dentro de uma cisterna no Bairro Vila Antônio Narciso em Montes Claros/MG.

No local, tratava-se de uma vítima do sexo feminino, em óbito, idade aparente de 21 anos de idade, que segundo o suposto agressor, após confessar a ação para a Polícia Civil e Militar, foi assassinada no dia 28 de março e seu corpo foi jogado em numa cisterna.

Com a utilização de técnica de salvamento em altura e terreste, além da utilização de equipamento, cordas e EPIs adequados foi feita a retirada do corpo e entregue à perícia técnica para providências decorrentes.

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais