Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 23 - sábado, 4 de fevereiro de 2023

"Exército impede PMDF de agir contra bolsonaristas em QG"

Segunda 09/01/23 - 7h00




Com o título acima, o Metrópoles, de Brasília DF, divulgou após a meia-noite a seguinte informação:


"metropoles Com carros blindados, militares do #Exército impedem a entrada da #Polícia Militar do DF no Quartel-General do Exército, em Brasília, para retirada de #bolsonaristas.

Como a capital da República está sob #intervenção federal em todo o sistema de Segurança Pública, a PMDF recebeu a ordem do Governo Federal de retirar acampamento da área, mas os policiais não conseguem entrar.

Manifestantes bolsonaristas, voltaram a pé da Esplanada dos Ministérios para o QG após destruir vidros, quebrar móveis, agredir pessoas, nos prédios dos Palácio do Planalto, do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF).

Por ordem do interventor federal da segurança no DF, Ricardo Cappelli, cerca de 300 pessoas foram detidas em flagrante, acusadas de atos terroristas.

A polícia militar e todas suas áreas estratégicas foram convocados ainda para retirar os acampados no local.

No entanto, os militares do Exército fazem bloqueios com caminhões e carros blindados."


Também a Folha de S. Paulo divulgou:

"O Exército impediu na noite deste domingo (8) a entrada da Polícia Militar do Distrito Federal na área em que bolsonaristas extremistas estão acampados em Brasília, em frente ao quartel-general da Força.

Diversas viaturas da PM se dirigiram ao local após os ataques contra as cúpulas dos três Poderes, perpetrados por pessoas acampadas em frente o quartel-general.

Soldados da Polícia do Exército, equipados com escudos, formaram um cordão que impediu a passagem da PM. Foram posicionados três blindados para reforçar o bloqueio.

Fontes militares com conhecimento do assunto afirmaram que os policiais do DF tentaram entrar no Setor Militar Urbano, onde fica o quartel-general, sem aval do Exército.

Por isso, segundo os relatos, o Exército se mobilizou para impedir a entrada dos policiais.

Autoridades chegaram a se reunir para definir o que fazer no local. O interventor nomeado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Ricardo Capelli, participou da conversa.

Após um período, a PM se retirou do local. Os blindados também voltaram para o quartel, mas o cordão de soldados permanece.

O quartel-general fica localizado numa área de responsabilidade militar.

Na noite deste domingo, bolsonaristas radicais que invadiram e depredaram as sedes dos Três Poderes voltaram ao quartel-general.

A segurança no local foi reforçada pela Polícia do Exército. Logo na entrada, soldados pediam para que os golpistas desmontassem as barracas.

Os bolsonaristas, no entanto, se negaram a retirar as estruturas e não foram forçados a deixar o espaço.

Uma cozinha montada no local serve sopa para os bolsonaristas. A Folha de S.Paulo flagrou pessoas chegando com engradados de água e de leite ao acampamento.

O Exército passou a proibir no fim de semana a entrada de carros na região do Setor Militar Urbano, onde fica o QG. Apesar disso, a quantidade de barracas aumentou de sexta-feira (6) para domingo com a chegada de caravanas de bolsonaristas radicais."

Compartilhe
Siga-nos nas redes sociais